HOTELS quality Index 1T 2015 – Global

 

Avaliação do método

A análise do Hotels Quality Index fez cinco anos. Observou-se uma evolução do indicador para vinte e um trimestres desde o ano 2010, até o começo de 2015 de uma progressiva melhoria, até sua estabilização nos últimos trimestres. Pode-se afirmar, igual o caso do índice para âmbito Espanha, que sucessivamente, aumenta, aumenta seu significado e representatividade, especialmente por efeito do aumento do número de registros considerados. No primero trimestre de 2015, mais de 20.000.

A impressão genérica da evolução mostra que para o caso Global nos encontramos no limiar da zona de competitividade. Estabelecida por acordo, por cima de 8 pontos, já que durante os últimos trimestres tem se mantido em um índice igual a 8.2. E que desde o último trimestre de 2012 (dois anos), tem passado de uma impressão e avaliação de 8.0 pontos, a um reconhecimento de qualidade, penetrando ligeiramente na área de competitividade do 8.2.

Pode se afirmar que a consolidação da mostra é o motivo principal da estabilidade dos resultados em média de 8.2 pontos. Não se deve interpretar a queda produzida no terceiro trimestre de 2013, de 8.1 para 7.9 senão como uma adaptação progressiva ao tamanho da mostra, por efeito da melhoria da representatividade dos registros processados.

Evolucao da média global

globalPT

 

Visão geral dos resultados

No primeiro trimestre de 2015, no HOTELS Quality Index Global encerra se mantendo nos mesmos valores do trimestre anterior. O índice permanece constante em 8.2 pontos.
Percebendo-se -com a estabilidade da mostra- uma tendência ligeiramente crescente.

Ou seja, desde o terceiro trimestre do ano se alcançou a permanência de um índice igual a 8.2. O que nos mostra certa consistência na manutenção do nível de qualidade e representatividade dos resultados.

Visao parcial dos resultados

  • Limpeza

A limpeza tem sido um dos aspectos melhor avaliados, a exceção do fator de recomendação, e desde este trimestre do fator atendimento; baixando duas décimas em relação ao trimestre precedente, com uma nota de 8.4, como média ponderada. Tendo aumentado significativamente sobre o dado do momento inicial.

  • Instalações

Este aspecto projeta-se com signo negativo, baixando o valor até 7.3. Quer dizer três décimas menos em relação ao trimestre anterior. Não chegando, no entanto ao nível de competitividade, igual a 8 pontos. Mostrando que são os hotéis de menor categoria os que mostram menos satisfação.

parcialPT

 

 

  • Atendimento

A atenção continua sendo um dos indicadores melhor avaliados. Nesta ocasião, em relação ao trimestre passado, o indicador aumenta seu valor em uma décima, se posicionando em 8.6. Sem dúvida, um valor muito integrado na zona de competitividade.

  • Qualidade/preço

A percepção da relação qualidade/preço se mantêm em relação ao trimestre anterior. Mas continua como a variável pior avaliada, 6.9. Avaliação que exige uma interpretação mais complexa, ao considerar, como descreve no Indicador referente só ao conjunto Espanhol, um conjunto de considerações, que ampla a estrita percepção relativa dos clientes.

  •  Recomendação

O valor que mede a imagem global que os clientes tem do hotel aumenta uma décima alcançando uma avaliação de 9.6. Esta avaliação se deve à continuidade em geral dos fatores influentes. Embora a nível parcial dos quatro elementos motivadores, dois deles aumentam uma décima cada, e os restantes se mantêm. O que marca uma tendência de ir progredindo sucessivamente na avaliação global, já insere na área de excelência.

parcial2pt

 

Mudanças de melhoria nos itens de avaliação

 

  2015/2010 2015/2012
Limpeza 22,0 2,3
Instalaciones 21,4 1,6
Atendimiento ao cliente 7,6 3,2
Relação qualidade/preço 37,5 9,6
Recomendação -1,5 1,6
HQ1 17,4 3,6

Na tabela acima sobre a evolução da melhoria dos elementos de avaliação, explica que para o período inicial, no qual não era menos representativa a mostra, são a limpeza e a relação qualidade/preço, os itens que mais tem melhorado. Mas resulta interessante observar, que são os dois fatores que mais devem progredir, por causa do valor que atualmente oferecem.

Em relação à melhoria nos dois últimos anos, aparentemente no curto prazo quem mais melhorou foram o atendimento ao cliente e a relação qualidade/preço. Observando-se, que pelo alto valor alcançado pelo item recomendação, parece ser, que é o item que tem um menor trajeto.

Uso de cookies

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.